Turquia - Capadócia

II

CAPADÓCIA

No caminho entre Istambul e Capadócia, paramos em Ankara (Capital da Turquia) para conhecer o famoso museu Anitkabir, uma homenagem ao mais amado líder da Turquia Mustafa Kemal Atatürk. Dayinin Yeri




                            

 Chegamos ao Hotel à noite exaustos e com muita vontade de descansar, mas acabamos por ter uma óptima surpresa.

O Hotel Suhan, na Capadócia, é incrivél!

Muito giro e com todas as comodidades e mais algumas, incluindo um spa maravilhoso e com uma aldeia vizinha a 5 minutos a pé!

Com a preciosa ajuda do nosso Lonely Planet (o melhor dos livros/guia), descobrimos o restaurante Dayinin Yeri, Avanos, Cappadocia - na minha opinião um dos melhores sítios onde comi na Turquia.






Pida - Piza Turca muitooo boa!





 

No dia seguinte esperávamos um dia lindo, um pouco quente e uma vista fabulosa no pequeno almoço.
 
O pequeno almoço tipicamente turco tinha muitas carnes frias, muito queijo feta, uns queijos temperados, muitas azeitonas, pepino, melancia e este pão de sésamo.

Tudo produtos de qualidade e muito nutritivos, andamos e andamos a manhã inteira ser voltar a ter fome!




Goreme, é uma cidade na Capadócia onde tudo acontece. Há um museu ao ar livre onde podemos visitar as grutas que em tempos foram habitadas pelos monges. As igrejas nas grutas estão muito bem conservadas e os frescos são incríveis! Recomendo que a visita a este museu seja logo pela manhã, pois a seguir ao almoço o calor é muito intenso.                               Foi também em  Goreme que tivemos oportunidade para fazer as actividades mais divertidas como a moto 4, a viagem de balão e a visita às cidades subterrâneas.  Também por aqui encontrei as lojas mais giras e de melhor qualidade ( mas igualmente mais caras).   É uma cidade muito tranquila e moderna, não vemos muitas pessoas de burca, mas a maior parte das mulheres anda apenas com um lenço no cabelo; há muito turistas e muito deles na casa dos 18-30. A rua principal tem lojas, restaurantes e cafés quase até ao limite das grutas e há muitas pessoas na rua de um lado para outro.  Tem uma energia muito especial, jovem aventureira, os cheiros das especiaria pelas ruas... ADOREI!  





Uma das Lojas que adorei, dois irmão que vendem peças antigas, desde vestes Otomanas, a panos de transporte de bebés com centenas de anos, chapéus bordados com moedas de prata... Um máximo!!



















''A'' loja! 
Nunca vi nada igual, umas antigas ruínas sem tecto que eram cobertas de tapetes e tecido de cima a baixo, coisas lindas de perder a cabeça, dentro da loja cada cano tinha um detalhe especial, mas infelizemnete os donos era muito pouco simpáticos e não me deixaram tirara mais fotografias!








Fat Boys Bar em  Goreme



Love Valley



                        

Castle Cave, Goreme 

Love Valley - Capadócia 




 O Balão foi uma experiência única!
Vale mesmo mesmo a pena.
Nós fizemos com a empresa Universal Balloon.
Foram nos buscar por volta das 4.45 da manhã, levaram nos para a sede da empresa e ofereceram nos um pequeno almoço.
Por volta das 5.30 convidaram nos a entrar num pequeno autocarro para 20 pessoas e levaram nos até aos balões.

Assistimos a tudo.
Ligaram a chama à nossa frente e vimos os balões a crescer lentamente até se transformarem numa imponente fila de 4/5 balões (cada um com 20 pessoas).

Subimos para o balão e tivemos um brifing sobre algumas regras de segurança.

Em menos de 10 minutos estavamos a subir e por volta das 6h da manhã bem ao longe no vulcão vimos o sol a nascer.


















 Devagar vamos vendo o sol a iluminar parcialmente a terra, até que tudo por baixo dos nossos pés parece estar pintado de ouro.

Ficamos no ar cerca de 1.30/2h dependente de onde o vento nos leva.
No chão a nossa carrinha vai acompanhado o movimento e esperando que o vento esteja bom para aterrar.

Quando descemos, somos recebidos com champanhe pela equipa que no final nos oferece uma medalha de participação nesta aventura!








 No mesmo dia e muitooo adormecidos, fomos conhecer as cidades subterrâneas (não aconselhadas a claustro fóbicos) que estão até 85 metros sob o solo.

Almoçamos no meio do nada, literalmente num pequeno restaurante local e fomos conhecer o refugio sagrado dos monge no Ihlara Valley, um sitio espetacular que vale muito a pena visitar.

Mais à noite fomos a uma festa tipica turca, com as bebidas mais famosas, vinho, cerveja e o Raki (muito parecido com a nossa bebida de Anis).

Assistimos às danças típicas de toda a Turquia e ainda dançamos!

No dia seguir partimos em a direcção a Antalya!


0 comentários:

Enviar um comentário